Bem Vindo(a)!Estrutura e EquipeTratamentosTratamentos realizadosConvêniosOrientações e DicasConsultório Virtual
TURMA DO SORRISO
Prótese Dentária

          A perda de dentes provocada pela cárie, doenças das gengivas e por traumatismos, provoca um desequilíbrio nas arcadas dentárias, pois quando faltam dentes, os que estão ao lado e os oponentes tendem a mover-se para o espaço livre. Para restaurar as funções mastigatória, estética e fonética,  e minimizar os efeitos acima referidos, fazem-se as próteses dentárias.

 

    A perda de um dente inferior pode provocar a inclinação

       do dente ao lado e a extrusão do dente superior.

 

 

 

          As próteses dentárias podem ser removíveis (o paciente pode-as tirar sempre que o desejar) , ou fixas (cimentadas no lugar com uma cola especial) . Ambas as próteses podem ser parciais ou totais (as fixas só podem ser totais no caso de implantes).

      Prótese Removível - As próteses removíveis podem ser parciais e totais. As parciais removíveis podem ser totalmente em acrílico ou terem uma parte metálica e destinam-se a substituir um ou mais dentes. As totais removíveis (dentaduras) são normalmente em acrílico e destinam-se à substituição de todos os dentes. São suportadas apenas pelos tecidos moles e estrutura óssea subjacente. Mantém-se na boca pela ação conjunta de pequenas retenções da anatomia do que resta do osso alvéolar, da língua, dos músculos faciais, e no caso da prótese superior, do efeito de vácuo entre a superfície interna da prótese e o palato (céu da boca). A retenção destas próteses é muito problemática quando há uma reabsorção quase total do osso alvéolar. Nesta situação a única solução é recorrer aos implantes.

          Os dentes utilizados quer nas parciais quer nas totais são normalmente dentes pré fabricados em acrílico. Há porém que ter em consideração que as próteses removíveis têm um período de vida limitado pelas contínuas alterações da boca e pela degradação dos materiais empregados.

 

      Prótese Fixa - As Próteses Fixas destinam-se a reconstruir a coroa natural do dente parcialmente destruído. São capas que são cimentadas ao remanescente dentário com uma cola especial. São chamadas de coroas, onlays e inlays. Quando faltam um ou mais dentes mas existem dentes ao lado desse espaço, pode-se fazer uma ponte fixa. Os avanços da Odontologia permitem hoje uma nova opção, a coroa apoiada num implante. A prótese fixa é a opção ideal nos casos em que faltam poucos dentes, não só pelo conforto como pela estética, embora seja mais cara que a prótese removível. A opção por cada tipo de prótese depende de aspectos clínicos e económicos.

  

 

           Exemplos de próteses fixas:

 

 

 

Bruxismo
Clareamento
Dentística (restaurações)
Extração de sisos
Implantes dentários
Ortodontia
Prótese Dentária
Bem Vindo(a)!Estrutura e EquipeTratamentosTratamentos realizadosConvêniosOrientações e DicasConsultório Virtual
End: Rod. Admar Gonzaga, 992 - 2º piso - CEP 88034-000 - Itacorubi - Florianópolis - SC